close

Definição e prevalência da diabetes

A diabetes é caracterizada por um distúrbio da assimilação, utilização e armazenamento dos glícidos fornecidos pela alimentação. É uma doença progressiva que pode, a longo termo, levar a complicações graves (enfarte, problemas de visão, cegueira, acidentes vasculares, neuropatias, amputações, nefropatias,…). Num indivíduo são, a glicemia pode aumentar ligeiramente e voltar a um nível normal, pois a glicose é convertida em reservas e em energia. Nos pacientes com diabetes o mesmo não acontece, seja porque o sistema não funciona por já ter sido muito solicitado (Diabetes tipo 2), seja por (nos casos mais raros) uma causa de origem genética (Diabetes tipo 1).

Desde há mais de 10 anos, tem-se assistido em França a um aumento da prevalência de diabetes tipo 2, associada a um aumento da prevalência de excesso de peso e obesidade. Este aumento tem uma origem multifatorial e é atribuída à falta de atividade física e a uma alimentação desequilibrada (com uma baixa ingestão de hortofrutícolas, cereais e alimentos ricos em cálcio) e rica em energia (açúcares simples e gorduras).

Em França, a prevalência global da diabetes estava estimada em 4,6% da população em 2011, correspondendo a diabetes tipo 2 a 90% destes casos. Contudo, estes números são subestimados já que não têm em conta as pessoas não tratadas ou não diagnosticadas. Sendo uma doença silenciosa nos estados iniciais, cerca de 20% dos diabéticos com idades entre 18 e 74 anos não são diagnosticados.

A prevalência da doença está a aumentar há vários anos, com uma subida de 5,4% ao ano entre 2000 e 2011.