close

Problemas do trânsito intestinal

Os distúrbios de trânsito intestinal correspondem a uma diminuição ou um aumento da motilidade intestinal (capacidade de deslocar os alimentos no aparelho digestivo). Estes distúrbios caracterizam-se muitas vezes por obstipação ou diarreia.

A obstipação

Consiste num retardamento ou numa dificuldade em evacuar as fezes. As causas da obstipação são múltiplas:

  • Alimentação pobre em fibras: baixa ingestão de frutas, legumes, cereais,…
  • Atividade física insuficiente
  • Dificuldades psicológicas: pessoas que ignoram ou retardam o momento de ir à casa de banho
  • Certos medicamentos, nomeadamente os morfínicos
  • Doenças neurológicas (como Parkinson, esclerose em placas, acidentes vasculares cerebrais), endócrinas (diabetes, hipotiroidismo) ou metabólicas (hipercalcemia)
  • Gavidez (alterações hormonais e pressão exercida pelo feto no intestino) 
  • Idade, que torna a digestão mais lenta e que está associada a uma menor atividade física

 A diarreia

Caracteriza-se por um aumento do volume das fezes e uma evacuação mais frequente (3 ou mais dejeções por dia). Falamos de diarreia aguda quando dura menos de 14 dias. As causas da diarreia podem ser:

  •        Uma alimentação muito rica em fibras (ex: aspartame, polióis: maltitol, sorbitol, manitol…)
  •        Bacteriana ou parasitária: infeção alimentar
  •        Viral: gastrenterite
  •        Doença inflamatória (como a doença de Crohn)
  •        Certos medicamentos (p.ex. antibióticos)

 

Os tratamentos associados aos distúrbios do trânsito intestinal dependem da gravidade destes distúrbios e da sua causa. A adoção de hábitos alimentares saudáveis (com uma hidratação suficiente e um consumo adequado de fibras) e a prática regular de atividade física são muitas vezes suficientes para regular o trânsito.